Temperatura

No senso comum, calor e temperatura são praticamente sinônimos. Mas na ciência, há uma grande diferença entre esses dois conceitos e é preciso distingui-los para evitar confusões.

A temperatura indica a intensidade ou nível de calor presente em um objeto ou substância. Na teoria molecar, ela apresenta a velocidade de movimentação das moléculas. Isso é muito diferente do conceito de calor, que é o resultado da velocidade dos átomos multiplicada pelo número de partículas afetadas (massa).

Para esclarecer, vamos utilizar um exemplo simples. Um pequeno disco de cobre, com poucas gramas, aquecido a 730ºC, não contém tanto calor se comparado a uma peça do mesmo material, de 5 kg, aquecida da 140ºC. Porém, a primeira peça possui um nível de calor mais alto.

A medição da temperatura ocorre em escalas diferentes, dependendo do país. Dentre as escalas disponíveis, o segmento de refrigeração e ar-condicionado no Brasil opta pela utilização de Celsius (Cº).

Algumas nações preferem medir a temperatura com a escala Fahrenheit (Fº).  Já o Sistema Internacional (SI) usa, como padrão, a escala Kelvin (Kº).

Essa variedade pode causar certas confusões em pesquisadores, engenheiros ou profissionais da área. Por isso, foi elaborada uma tabela de conversão de temperatura que abrange as três escalas principais usadas no mundo. Aplicativos de smartphones ou programas de computadores também promovem esse cálculo, de forma facilitada, no escritório ou obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *