Pressão

Pressão

A pressão ocorre quando há uma força sendo exercida em todas as direções sobre um fluído ou substância. Esta ação se apresenta em três modelos diferentes:

Pressão atmosférica

Essa é a pressão exercida pelo peso da coluna de ar atmosférico sobre a superfície da Terra. Para cálculos, é sempre utilizado, como referência, o nível do mar, em que a altitude é zero e a pressão é constante em qualquer lugar do planeta.

Neste marco, a pressão atmosférica é de 1,033 kgf/cm² (14,7 lbf/in² em PSI ou 1 kgf/cm² de at – atmosfera), que corresponde ao peso da coluna de ar contida no espaço entre o final da atmosfera e o solo, agindo em uma área de 1 cm². Assim, quanto mais acima do nível do mar estamos, menor será a pressão atmosférica nesta região.

Pressão Manométrica

Essa é a pressão mais utilizada em sistemas de refrigeração e de aparelhos de ar-condicionado.

Medida pelos manômetros, a pressão manométrica se caracteriza por apresentar números que a coloca acima ou abaixo da pressão atmosférica, sendo registrada em kgf/cm² ou lbf/in² – acima – ou em polegadas de Hg ou mm de Hg – abaixo.

Neste mesmo conceito, há as pressões a nível de vácuo e de alto vácuo. Essas se encontram próximas ao vácuo absoluto. Também presentes nos sistemas de ar-condicionado, a medição é feita por meio de um vacuômetro, que mede a pressão residual interna dentro do circuito de refrigeração. As escalas mais utilizadas são torr ou microns (µ), sendo a equivalência de 1 torr = 1000 µ.

Pressão absoluta (PSIA)

Normalmente utilizada em ensaios e laboratórios de desenvolvimento de produtos ou pesquisas científicas, a pressão absoluta é o resultado da soma entre pressão atmosférica e a manométrica.

Um exemplo básico de cálculo de pressão absoluta pode ser feita em nível do mar (14,7 PSI):

Pabs = Pman + Pat

Pabs = 21 + 14,7

Pabs = 35,7 PSIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *