Tipos de Detectores

Utilizando seletividade como critério, os detectores de vazamento podem ser enquadrados em uma de três categorias: não seletivo, seletivo para halogênio ou específico para composto.

Outro método utilizado para encontrar vazamentos é acrescentar corantes fluorescentes ao sistema.

Obs: Uma discussão detalhada sobre detecção de vazamentos encontra-se no Boletim ARTD-27.

– Detectores Não Seletivos: São aqueles que detectam qualquer tipo de emissão ou vapor presente, independente da sua composição química;

– Detectores Seletivos de Halogenados: Utilizam um sensor especializado que permite ao monitor detectar compostos que contenham flúor, cloro, bromo e iodo sem interferência de outras espécies;

– Detectores Específicos para Compostos: Os detectores mais complexos, que são também os mais caros, são detectores específicos para compostos. Essas unidades são tipicamente capazes de detectar a presença de um único composto sem interferência de outros compostos;

– Corantes Fluorescentes: Os corantes fluorescentes têm sido utilizados em sistemas de refrigeração por vários anos. Esses corantes, invisíveis sob iluminação normal, mas visíveis com luz ultravioleta (UV), são utilizados para indicar com precisão vazamentos em sistemas. Os corantes são tipicamente colocados no lubrificante de refrigeração quando é feita manutenção no sistema. Os vazamentos são detectados utilizando uma luz UV para procurar corante que tenha escapado do sistema.

Paulo Neulaender

Fonte : Abrava – Você sabia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *