Controles

Os controles tem a função de indicar uma ação de controle, levantar uma operação de medida e de executar uma intervenção corretiva.

Os termos controle e medida são comumente confundidos. Os controles tem a função de indicar uma ação de controle, levantar uma operação de medida e de executar uma intervenção corretiva.

O papel dos aparelhos de controle nos sistemas de refrigeração é determinado pelo fluxo do fluido refrigerante e pelas suas sucessivas mudanças de estado nos componentes fundamentais do circuito. É através da regulagem deste fluxo que é possível conter o fornecimento do frio, ou melhor tomada de calor, entre os valores desejados.

Entre os aparelhos de controle temos os pressostatos e os termostatos.

Responsáveis pelo controle térmico do circuito aplicado, os termostatos possuem diversas aplicações e características físicas diferentes. Existem  termostatos ambiente, para evaporador, para líquidos, para tubulações de ar, diferenciais e de contato.

Os pressostatos são dispositivos automáticos de controle que intervém quando ,no interior do sistema de refrigeração, se desenvolvem pressões inferiores ou superiores a valores pré-determinados. Os pressostato de mínima, aplicados no lado de baixa pressão, assinalam aquelas insuficiências de pressão que podem ser causadas por fuga de refrigerante. Os pressostato de máxima, ligado ao lado de alta pressão, intervém quando a pressão quase sempre for efeito de uma insuficiente condensação, ou seja alcança pressões elevadas.

O pressostato de óleo, utilizado nos compressores, evita uma quebra do mesmo decorrente da falta de lubrificação provocada pela escassez de óleo no cárter do compresso. A perda de viscosidade e poder de lubrificação poderá ser evitada com a instalação do pressostato, incluindo compressores semi herméticos dotados de bomba de óleo.

Os instrumentos de medição, como por exemplo os manômetros, não agem diretamente no circuito de refrigeração. Esses equipamentos apenas realizam medições instântaneas e dependem de um técnico para que a intervenção seja realizada.

Fonte Paulo Neulaender

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *