Válvula de Segurança e Retenção

Válvula de segurança

Muitos dispositivos de controle usados num sistema de refrigeração contribuem para garantir condições de segurança e prevenir eventuais danos aos usuários e as unidades.

Devido as leis em vigor, é preciso equipar as unidades com dispositivos de segurança verdadeiro, garantindo, em caso de superpressões perigosas, a integridade dos operadores e da aparalhegem envolvida. Nesta categoria têm-se as válvulas de segurança, equipamentos feitos com furos calibrados fechado com diafragma em liga de baixo ponto de fusão, que são acionados no momento em que há uma variação anormal de pressão e temperatura e, então, são selados, impedindo danos maiores.

As válvulas de segurança são constituídas por um corpo cilíndrico de furo calibrado em cuja base existe um obturador equipado de mola e cuja pressão pode ser oportunamente regulada com um dispositivo rosqueado.

Estas válvulas podem ser instaladas de forma a construir um by-pass entre o lado de alta pressão e baixa pressão da unidade ou em um modo de descarregar o refrigerante contido no lado de alta pressão diretamente na atmosfera.

Para prevenir estouros nos tanques de alta pressão, nos condensadores de feixe tubos e nos coletores de líquido é necessária a instalação de válvulas de segurança quando o volume interno exceder 25 litros.

Válvula de retenção

A válvula de retenção é um dispositivo automático que permite a passagem de um fluido numa só direção.

Esta característica a torna indispensável em todas as unidades de determinado grau de complexidade pois permite de fazer by-pass em dispositivos de controle momentaneamente inativos durante a inversão de curso.

Fonte Paulo Neulaender

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *